publicidade

Secretaria de Saúde registrou mais de 300 acidentes com escorpião este ano

Ao encontrar escorpião, o cidadão deve comunicar ao CCZ
Os meses de agosto e setembro são o período de maior reprodução dos escorpiões com concentração de veneno. Entre janeiro e julho deste ano, a Prefeitura de Feira de Santana registrou 338 acidentes com escorpião no município. Os dados foram coletados pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

De acordo com o Centro de Controle em Zoonoses (CCZ), os bairros e localidades com maior concentração de escorpião são o distrito de Maria Quitéria, Tomba, Serraria Brasil, Brasília, Matinha, Jardim Cruzeiro, Mangabeira, Gabriela, Centro e Campo limpo.

De acordo com a bióloga do CCZ, Rosemary Sarmento, a população deve evitar sujeira e baratas nas residências, já que elas são fonte de alimentação dos escorpiões.

“Os escorpiões são animais venenosos que podem entrar facilmente nas moradias e causar graves problemas para a saúde. A principal medida para evitar os escorpiões é fazer barreiras físicas, conservar o imóvel livre de rachaduras, e manter o quintal limpo e os ralos devidamente tampados. Tudo isso pode servir como porta de entrada para os escorpiões. Outro cuidado para evitar a picada dos escorpiões é examinar roupas pessoais, de cama e banho, e também calçados antes de usá-los”, orienta.
Em casos de acidentes com o escorpião, é recomendado que a pessoa não faça a ingestão de medicamentos sem orientação médica e levar o paciente ao Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA).

Ao encontrar escorpião, o cidadão deve comunicar ao CCZ, que funciona na avenida Eduardo Fróes da Mota, no bairro Pedra do Descanso. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

O contato pode ser feito através dos números 75 99967-3984 (para ligações) e 75 9851-8583 (mensagem via WhatsApp).Oi