publicidade

Estado e BNDES iniciam parceria para desenvolvimento da economia verde

IMG_5272

O Governo do Estado e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) serão parceiros na elaboração de um plano de investimento para promover o desenvolvimento econômico e a bioeconomia na Bahia. Em reunião nesta quinta-feira (11), na sede do Banco, no Rio de Janeiro, o governador Jerônimo Rodrigues e o presidente da instituição, Aloizio Mercadante, destacaram a importância de ampliar investimentos em energia limpa e hidrogênio verde.

“Viemos discutir financiamento e apoio ao setor produtivo do estado da Bahia. Já temos uma parceria e agora com o presidente Lula, e tendo o Mercadante nesse posto, nos ajuda bastante a avançar na relação com as empresas, mas também com o financiamento de nossas ações para o desenvolvimento econômico da nossa nova Bahia”, explicou Jerônimo.

O potencial da parceria estratégica com o estado foi destacado pelo dirigente do BNDES. “Vamos fazer um termo de colaboração bastante amplo para trazer não só os estudos, estruturação de projetos do BNDES, mas também parcerias com o setor privado e financiamento à indústria, à inovação, à economia verde”, explicou Mercadante. “Vamos ter projetos na área de energia, e a Bahia é uma potência na energia limpa renovável, eólica e solar, e também no hidrogênio verde”, completou.

A aplicação de recursos para o desenvolvimento industrial, tecnológico e para sustentabilidade e preservação ambiental também estiveram em pauta no encontro. Além dos temas baianos, Jerônimo reforçou junto ao BNDES a importância da criação e posterior financiamento do Fundo da Caatinga, que será um importante instrumento de desenvolvimento para os estados do Nordeste.

Como resultado das discussões ficou acertada a realização, na Bahia, de uma oficina de crédito, com técnicos do Banco, para ampliar o apoio a micro e pequenas empresas.

Além do governador, compuseram a comitiva baiana os secretários estaduais do Desenvolvimento Econômico, Ângelo Almeida; do Meio Ambiente, Eduardo Sodré; da Infraestrutura, Sérgio Brito; o presidente da Bahiainveste, Paulo Guimarães; e o superintendente de Energia e Comunicações, da Secretaria Estadual de Infraestrutura, Celso Rodrigues.